ZA� de Abreu e ex-mulher sA?o suspeitos de falsificaA�A?o de notas fiscais

A prestaA�A?o de contas do monA?logo "Fala, ZA�" estA? sob investigaA�A?o na CPI da Lei Rouanet e apresentou notas com datas e nA?meros conflitantes

0 156

Os problemas envolvendo a prestaA�A?o de contas do monA?logo a�?Fala, ZA�a�?, protagonizado por JosA� de Abreu e que teve como proponente a ex-mulher do ator, Camila Paola Mosquella, ganharam mais um capA�tulo na CPI da Lei Rouanet a�� instaurada para investigar irregularidades no uso do recurso pA?blico destinado ao incentivo cultural. Inicialmente, o casal foi condenado a devolver R$ 300 mil por falta de notas fiscais. Agora, com as notas apresentadas, eles sA?o suspeitos de falsificaA�A?o das mesmas.

Os documentos chamaram a atenA�A?o da CPI por terem sido todos preenchidos com a mesma caligrafia, apesar de serem emitidos por trA?s empresas diferentes. Outro problema A� a numeraA�A?o de notas emitidas pela Bravix ProduA�A�es ArtA�sticas e CinematogrA?ficas Ltda, responsA?vel pelos serviA�os de assessoria de imprensa e projeto grA?fico do espetA?culo: segundo os documentos apresentados, a nota de nA?mero 001382 tem a data de novembro de 2009, enquanto a nota 001385, que em tese deveria ser posterior A� primeira, A� datada de outubro do mesmo ano.

Veja:

JosA� de Abreu teria emitido notas falsas
JosA� de Abreu teria emitido notas falsas (Foto: )

a�?Como vocA? emite um mA?s depois uma nota que vem antes da primeira? AlA�m disso, os canhotos nA?o foram retirados e tampouco datados ou assinados. Levei o caso ao MinC e agora vou protocolar a denA?ncia junto ao MinistA�rio PA?blico Federal para que sejam tomadas as medidas cabA�veisa�?, diz o deputado federal SA?stenes Cavalcante, vice-presidente da CPI.

A defesa de Camila Mosquella admitiu que o MinistA�rio solicitou comprovaA�A?o de gastos relacionados A� Bravix, mas afirma que o governo nA?o abordou a�?expressamentea�? as suspeitas levantadas pela CPI: a�?Estamos na fase processual em que o ministA�rio solicita o envio de documentaA�A?o complementar para, em momento posterior, eventualmente confirmar determinadas suspeitas e formular questionamentos mais pontuais. EntA?o, apresentaremos nossa defesa oportuna. Ainda sequer hA? pedido de devoluA�A?o de recursosa�?.

Bahia.ba

Comentários
Loading...