VitA?ria vence fora de casa e respira na SA�rie A

0 41

Apesar de ter menor volume de jogo, rubro-negro vence AtlA�tico-GO por 2 a 1 e sai momentaneamente do Z-4

Ter volume de jogo nem sempre A� sinA?nimo de triunfo. E se o VitA?ria percebeu isso no A?ltimo Ba-Vi, quando mesmo dominando boa parte dos 90 minutos acabou apenas no empate, soube aproveita a mA?xima ao seu favor neste sA?bado (8) ao vencer o AtlA�tico Goianiense por 2 a 1 mesmo com uma partida muito abaixo do esperado pelo torcedor rubro-negro.

Repetindo o esquema tA?tico pela primeira vez desde que assumiu o comando do clube, Gallo nA?o contava com as trA?s baixas por lesA?o que o obrigaram a mudar radicalmente a postura do time durante o jogo. AndrA� Lima, apA?s passar mal, Yago, com dores na coxa e Willian Farias, que saiu apA?s dividida, serA?o avaliados e podem ser uma dor de cabeA�a para o tA�cnico na sequA?ncia da competiA�A?o.

Apesar das baixas, com gols de AndrA� Lima e Uillian Correia, o clube baiano soube aproveitar as poucas chances que teve na partida e subiu momentaneamente para a 16A? posiA�A?o, fora da zona de rebaixamento, com 12 pontos. Agora, o torcedor rubro-negro seca o Bahia, como de praxe, e o SA?o Paulo para que o clube nA?o volte para o Z-4 nessa rodada.

Na prA?xima rodada, o VitA?ria volta a jogar em Salvador contra o Vasco da Gama, na prA?xima quarta-feira(12) A�s 21h45 no BarradA?o pela 13A? rodada da SA�rie A.

Primeiro tempo

Ao repetir o esquema tA?tico utilizadoA�no A?ltimo Ba-Vi, o tA�cnico Gallo deixou claro que a proposta do VitA?ria no jogo seria de partir para cima do AtlA�tico desde o apito inicial. Com as marcaA�A?o alta desde o comeA�o do jogo, o tiro quase sai pela culatra logo aos 3 minutos, quando a equipe mandante chegou com perigo em um contra-ataque veloz, mas o chute de Breno Lopes foi cortado na hora H por Thallyson.

Os dez minutos seguintes contaram com muita intensidade porA�m com os dois times cometendo muitos erros no A?ltimo passe e sem levara real perigo A�s metas adversA?rias.

Se o esquema de marcaA�A?o alta serviu para imprimir o ritmo no clA?ssico contra o Bahia, na partida de hoje a decisA?o tA?tica de Gallo acabou abrindo muitos espaA�os na zaga rubro-negra que sofreu com infiltraA�A�es principalmente pelo lado esquerdo, por onde o AtlA�tico quase abriu o placar aos 19 em cabeA�ada de Everaldo apA?s cruzamento. A bola acabou indo acima da meta de Fernando Miguel.

Melhor no jogo, o AtlA�tico comeA�ou a priorizar a posse de bola e esperar pelas ultrapassagens dos laterais, que causavam dificuldades ao rubro-negro baiano. Aos 34, o meia Andrigo fez fila na zaga rubro-negra e tocou para Everaldo. O atacante cruzou na A?rea e a bola passou por todo mundo antes de ser interceptada por Fernando Miguel.

Mesmo abaixo no jogo, foi o VitA?ria quem abriu o placar dois minutos depois. Patric avanA�ou pela direita e deu um passe brilhante para Cleiton Xavier, dentro da A?rea, sA? rolar para AndrA� Lima completar para o fundo do gol e mandar o clube baiano em vantagem para o intervalo.

A vantagem poderia ser maior apA?s grande jogada individual de David, que driblou o marcador e acertou a trave do time goiano aos 48. Pouco antes, o tA�cnico Gallo ainda foi forA�ado a mudar apA?s Yago sentir dores e pedir pra sair. Uillian Correia foi o escolhido para ir a campo

Segundo tempo

Com duas mudanA�as logo no intervalo, saindo de um 4-5-1 para um 4-3-3, o tA�cnico Doriva deixou claro que nenhum outro resultado a nA?o ser o triunfo importava para o clube goiano e foi pra cima do VitA?ria.

Com a lesA?o de Willian Farias aos 7, Gallo levou Fred ao campo e o time passou a se comportar em um 3-5-2 com Thallyson e Patric com maior liberdade para avanA�ar pelas laterais. A bruxa estava realmente solta e aos 11, AndrA� Lima passou mal e tambA�m pediu para sair. Rafaelson entrou no lugar do autor do gol.

Com o 1 a 0 no placar, o VitA?ria recuou demais e tentou apostar no contra-ataque para matar o jogo, mas sentia dificuldade de passar da intermediA?ria e comeA�ou a passar sufoco. E se o AtlA�tico ainda encontrava dificuldade no A?ltimo passe,A�buscou a bola parada para achar o gol de empate. Em cobranA�a de escanteio de Bruno Pacheco, Roger Carvalho desviou e Andrigo encheu o pA� para empatarA�a partida.

Com o empate no placar, o clube da casa se animou e partiu pra cima pra tentar a virada. Aos 36a�?, o clube desperdiA�ou grande chance apA?s Andrigo sozinho pegar rebote de Fernando Miguel e chutar todo torto. Na sequA?ncia, Walter cruzou e Roger Carvalho cabeceou na trave assustando a torcida do LeA?o.

Ainda se portando com muita cautela em campo, o VitA?ria tentava acertar um contra-ataque e foi premiado aos 42 quando Patric avanA�ou pelo lado direito e tocou para David. O atacante rubro-negro achou Rafaelson que abriu na ponta para Uillian Correia invadir a A?rea e fuzilar o gol goiano e colocar o 2 a 1 no placar.

Fonte: Bahia.ba

Comentários
Loading...