Sindicato dos rodoviA?rios decreta estado de greve e paralisaA�A?o pode acontecer jA? na prA?xima semana

0 1.935

O SINDMETRO (Sindicato dos RodoviA?rios Metropolitanos da RegiA?o Metropolitana de Salvador, Alagoinhas e Paulo Afonso) declarou por meio de nota oficial no inA�cio da noite desta sexta-feira (11), que em assembleia realizada em dois turnos com a categoria, foi colocado em votaA�A?o e 100% dos presentes aceitaram a decretaA�A?o do estado de greve. Com isso o prA?ximo passo A� informar o ministA�rio pA?blico e tambA�m o sindicato dos empresA?rios. Com isso pode ser decretada a qualquer momento uma paralisaA�A?o parcial, total ou atA� greve por tempo indeterminado.

Foto: ASCOM SINDMETRO

O Sindicato dos trabalhadores pede 5% de ganho real no salA?rio mais a inflaA�A?o (que hoje gira em torno de 2%), 10% de aumento no vale refeiA�A?o, fim da contrapartida do plano de saA?de para rodoviA?rios que possuem dependentes no plano (que atualmente gastam R$100,00 por mA?s com cada dependente), alA�m da manutenA�A?o de todas as conquistas das campanhas salariais anteriores.

JA? o sindicato dos patrA�es sA? aceita negociar um dos trA?s primeiros tA?picos caso o ultimo seja violado. Para resumir os patrA�es querem negociar o fim das horas extras passando assim para um banco de compensaA�A?o de horas, regulamentaA�A?o de contrataA�A?o para regime de perA�odo parcial e por tempo determinado, intervalo entre turnos superior hA? duas horas, adequaA�A?o das datas de pagamentos dos salA?rios de acordo com a regulamentaA�A?o do e-social, fim do pagamento de adicional de fA�rias para novos funcionA?rios, e eliminaA�A?o do quinquA?nio e anuA?nio para novos funcionA?rios ou os que ainda nA?o tem direito, alA�m do congelamento para os que jA? possuem o benefA�cio.

O SINDMETRO se mostra totalmente contra estas propostos, e diz atA� entender que o momento dos patrA�es tem sido muito difA�cil, pois alA�m de toda a crise econA?mica que jA? abala o sistema, com a vinda do metrA? a cada passageiro que passa no A?nibus e faz a integraA�A?o dos R$3,70 da passagem apensa R$1,42 ficam para a empresa, e o resto com a CCR MetrA? Bahia.

Foto: ASCOM SINDMETRO

a�?NA?s nA?o podemos pagar a conta por isso, nem nA?s rodoviA?rios e nem os passageirosa�?, afirmou o diretor de imprensa Mario Costa. Agora A� aguardar que a situaA�A?o se resolva da melhor forma possA�vel.

ASCOM SINDMETRO

Comentários
Loading...