Rui descarta ‘problema no presente’ após denúncias sobre Wagner e TCU

0 19
Foto: Camila Souza/ GOVBA
Foto: Camila Souza/ GOVBA

O governador Rui Costa descarta “ter problema no presente” por conta das denúncias envolvendo o ministro da Casa Civil e ex-governador do Estado, Jaques Wagner, e o pente fino realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) que aponta que a obra da Via Expressa e de 14 viadutos foram superfaturadas.

“A maior prova de que não tinha nenhum polêmica nenhuma é a presença do ministro que fiscalizava no ato de inauguração, tudo aquilo foi referendado e aprovou com o rigor que o tribunal tem, que os órgãos de controle tem, nós não tivemos problema no passado nem vamos ter problema no presente”, disse Rui, durante a inauguração do Terminal de Integração de Passageiros Acesso Norte, na manhã desta segunda-feira (11).

O ministro que compareceu a inauguração da Via Expressa, realizada no dia 1º de novembro, foi Weder de Oliveira, relator das contas da obra. No acórdão do TCU, Oliveira apontou os responsáveis pelo sobrepreço sem citar Wagner. Rui ainda destacou que o andamento de sua gestão não vai paralisar com o que classificou como “disse-me-disse”. “O governo continua, não vai parar, a Bahia não vai parar, por conta de quem prioriza os ataques políticos sem fundamento. A palavra é trabalho, trabalho, trabalho. Eu não vou perder tempo com disse-me-disse, com fofoca, com mentira. Então nós temos que trabalhar. As coisas todas foram feitas, aprovadas, fiscalizadas”, pontuou.

Comentários
Loading...