ProjeA�A?o para inflaA�A?o cai para 6,69%; piora estimativa para o PIB

25

Para 2017, a taxa foi mantida em 4,9% hA? trA?s semanas

DivulgaA�A?o / Agencia Brasil
DivulgaA�A?o / Agencia Brasil

O mercado financeiro, consultado pelo Banco Central (BC), reduziu a projeA�A?o de inflaA�A?o para este ano pela quarta vez seguida. A estimativa de inflaA�A?o, medida pelo A?ndice Nacional de PreA�os ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 6,72% para 6,69%.

Para 2017, a taxa foi mantida em 4,9% hA? trA?s semanas. As estimativas fazem parte de pesquisa Boletim Focus feita pelo BC ao mercado financeiro sobre os principais indicadores econA?micos. As projeA�A�es ultrapassam o centro da meta que A� de 4,5%. O teto da meta A� 6,5% este ano, e 6% em 2017. O boletim A� divulgado A�s segundas-feiras, em BrasA�lia.

RecessA?o

A projeA�A?o de instituiA�A�es financeiras para a queda da economia (Produto Interno Bruto a�� PIB a�� a soma de todas as riquezas produzidas pelo paA�s) este ano, piorou ao passar de 3,49% para 3,43%. Para 2017, a expectativa de crescimento foi alterada de 0,98% para 0,80%, na sA�tima reduA�A?o consecutiva.A�A projeA�A?o para a taxa bA?sica de juros, a Selic, para o final de 2017 caiu de 10,75% para 10,50% ao ano. Na A?ltima semana, a Selic foi reduzida em 0,25 ponto percentual para 13,75% ao ano.

A taxa A� usada nas negociaA�A�es de tA�tulos pA?blicos no Sistema Especial de LiquidaA�A?o e CustA?dia (Selic) e serve como referA?ncia para as demais taxas de juros da economia.A�Ao reajustA?-la para cima, o BC contA�m o excesso de demanda que pressiona os preA�os, porque os juros mais altos encarecem o crA�dito e estimulam a poupanA�a. Quando reduz os juros bA?sicos, o Copom reduz o crA�dito e incentiva a produA�A?o e o consumo, mas alivia o controle sobre a inflaA�A?o.

Fonte: AgA?ncia Brasil

 

 

Comentários
Loading...