Palavra de CampeA?: em Lauro de Freitas, Sarah Menezes quer estimular crescimento do JudA?

0 24
CampeA? olA�mpica em 2012, paraibana ministrou palestra no Centro Pan-Americano de JudA?

Era 28 de julho de 2012, quando uma pequenina judoca A�piauiense de apenas 1,54 de altura, se agigantou na OlimpA�ada de Londres e alcanA�ou a maior glA?ria que um atleta de alta performance pode sonhar: o ouro olA�mpico.

Sarah Menezes tinha 22 anos na A�poca, mas jA? disputava os jogos pela segunda vez. Em Pequim-2008, foi derrotada e eliminada da competiA�A?o logo na primeira rodada. O destino provou que o sonho havia sido adiado. Primeira mulher a conquistar uma medalha de ouro para o JudA? em Jogos OlA�mpicos, a nordestina busca, em Salvador, inspiraA�A?o para voltar a brilhar.

campea

A campeA? ministrou uma palestra no Centro Pan Americano de JudA?, em Lauro de Freitas, no A?ltimo sA?bado, promovida pela Sport for Kids em parceria com a AssociaA�A?o Nippon e a FederaA�A?o Baiana de JudA?, e contou um pouco da sua trajetA?ria para os A�atletas baianos, alA�m de participar tambA�m dos exames de faixas de alguns judocas, que receberam a nova graduaA�A?o das mA?os da prA?pria Sarah.

a�?A ideia A� que esse centro de referA?ncia que temos aqui seja utilizado pela populaA�A?o e estimule o crescimento do judA?. Sarah A� nordestina, de origem prA?xima a nA?s. Ela traz muita experiA?ncia e alcanA�ou a glA?ria do atleta que A� a conquista olA�mpicaa�?, A�disse Bruno Maia, anfitriA?o do evento. DA�cima colocada no ranking mundial, Sarah ficou fora dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, mas estA? se preparando para o Mundial de Astana, no CazaquistA?o, a partir do dia 24.

a�?Foi planejamento. A comissA?o vem trabalhando isso comigo e quanto menos competiA�A?o eu participar A� melhor pro meu rendimento. ApA?s Londres-2012, passei oito meses afastada, descanso mesmo da OlimpA�ada, e fui voltando aos poucos. Fui campeA? do Pan de JudA? e as pessoas A�s vezes esquecem. A�Tive altos e baixos como qualquer atleta de alto rendimento. Agora, tA? me preparando pro mundial A�no finalzinho do mA?sa�?, esclareceu.

O objetivo A� conquistar mais um tA�tulo e voltar a estar entre as Top 5 do ranking. a�?O Mundial tem pontuaA�A?o muito elevada e depois tem outras competiA�A�es, como o Grand Slam. NA?o sei ainda quais irei participar. Sendo campeA? mundial, devo ir pra poucas competiA�A�es esse ano. A� um tA�tulo que eu quero que esteja no meu currA�culo. NA?o ser apenas medalhistaa�?, afirmou a atleta, confiante.

Independentemente das outras competiA�A�es que ainda terA? pela frente, a possibilidade de defender o tA�tulo olA�mpico no Brasil, ano que vem, A� algo que nA?o sai da cabeA�a. a�?JA? imagino hA? muito tempo. Fico muito feliz da OlimpA�ada ser em casa, mais emocionante, aconchegante, com a famA�lia perto. TA? muito orgulhosa de ir pra mais uma OlimpA�ada e quero brilhar no tatame pra trazer mais uma conquista pro judA? femininoa�?, garante.

TrajetA?ria
O comeA�o no esporte foi aos 9 anos, na escola, mas atA� o primeiro contato, Sarah Menezes tinha outra grande paixA?o. a�?Desde crianA�a gosto muito de animais e sempre pensei em ser mA�dica veterinA?ria. Com 9 anos conheci o esporte na escola. A brincadeira foi prolongando, comeA�aram as competiA�A�es e aA� esquecia�?, contou.

Sarah teve apenas dois treinadores quando ainda era crianA�a, antes de seguir com o atual tA�cnico, Expedito FalcA?o, que tambA�m esteve em Salvador participando do seminA?rio tA�cnico. Com ele, a identificaA�A?o com o esporte cresceu ainda mais e competir passou a se tornar um vA�cio.

a�?Desde pequena fui muito competidora na vida. Nas brincadeiras, gostava de ganhar e vencer meus amigos. No judA?, como tinha que derrubar o colega, eu gostava de ir pra cima, determinada. Vi que poderia ser uma grande atleta com A�uns 15, 16 anos. Pensei em desistir em um momento, mas conquistei meu espaA�oa�?, afirmou.

O Mundial de Astana comeA�a dia 24 e vai atA� 30 de agosto. AlA�m de Sarah, outros 16 judocas foram convocados para representar o Brasil. Homens e mulheres estA?o divididos em sete categorias diferentes de peso. Sarah e NathA?lia BrA�gida lutam na categoria atA� 48kg e sA?o consideradas esperanA�as de medalhas no feminino.

Fonte: Correio da Bahia

Comentários
Loading...