Operador do Mensalão do PT sai em defesa de Lula

'Não faz bem para o país Lula preso', diz Marcos Valério

0 178

Conhecido depois do caso do Mensalão, Marcos Valério saiu em defesa do ex-presidente Lula. Ele foi condenado a 37 anos e cinco meses de prisão pelo caso que abalou o governo Lula. O publicitário também participou de esquemas em governos do PSDB.

“Fico triste. Pelos familiares e também pelo transformador que Lula foi. Apesar de todos os erros que cometeu. Tenho certeza de que ele vai analisar e chegar a esta conclusão. Mas ele foi um transformador. Um ícone, né? Eu fico triste. Não faz bem para o país Lula preso”, afirmou.

O marqueteiro comenta ainda do caso que o levou à prisão: “É um cunho que a imprensa criou para vender jornal, mas nunca foi Mensalão. É outra história. Não posso entrar muito nesse assunto, pois estou negociando delações. O maior [arrependimento] é o de conhecer, como eu conheço, a máquina e ter participado. Era preferível fechar todas as agências de propaganda e ir criar galinha. Não é só o dinheiro. É o poder. É agradável, mas, depois que passa por ele, você tem nojo. Hoje, tenho nojo de tudo aquilo. A política é bonita. O ruim dela são certos políticos e certas traições”.

O operador espera deixar a prisão até o fim do ano. Está na expectativa da progressão do regime para o semiaberto, como já ocorreu com seus ex-sócios, o ex-ministro José Dirceu e outros condenados pelo Mensalão do PT.

Para Valério, os brasileiros vão assistir à “fragmentação de partidos. Novos sistemas. O Brasil vai ter que achar um caminho. E não é um novo golpe de Estado. É a democracia. É errar novamente”.

Foto: Folhapress

Atualmente, o ex-publicitário, condenado a 37 anos e cinco meses de prisão pelo mensalão petista é quem controla a entrada reservada aos presos do regime fechado na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Sete Lagoas (MG).

BNews/Metro1

Comentários
Loading...