Morro de São Paulo se transformará em ilha gay neste final de semana; veja o que fazer e como se virar por lá

0 434

Morro de São Paulo, ilha localizada a 60 quilômetros de Salvador, se transformará entre os dias 2 e 4 junho no território da diversidade durante a realização do San Island Weekend, que tem como grande atração um super show de Ivete Sangalo.

O público?

4 mil pessoas que esgotaram todas as reservas nos hotéis e pousadas da ilha parceiros do evento, que leva a chancela do grupo San Sebastian. A maioria das pessoas que seguirá para o balneário vai por Ivete e pelos DJs nacionais e internacionais da festa, mas tem muito mais do que isso para fazer em Morro – além de acionar os apps de pegação (veja mais sobre o funcionamento da internet lá abaixo).

Morro é o povoado mais famoso do município de Cairu, no Baixo Sul da Bahia. Está localizado na Ilha de Tinharé, no arquipélago que leva o mesmo nome, que reúne incríveis paisagens e opções de passeio para quem quer aventura, boa gastronomia e até mesmo aventuras de esportes radicais.

As cinco praias que compõem Morro reúnem muita agitação e uma diferenciação de público a depender do estilo de quem curte. A Primeira Praia é excelente para a prática do surf o que não permite muita facilidade para quem quer só pegar um sol. Já Segunda Praia é a praia da agitação e badalação. Reúne os principais restaurantes da ilha e ainda tem uma faixa de areia legal para esticar a canga (ou pagar por cadeiras e mesas das barracas). À noite tem ainda umas barraquinhas de coquetéis de frutas – com ou sem álcool para quem faz a linha fit.

Já a Terceira Praia é a mais calma, para caminhar e mergulhar, é também a da saída dos passeios turísticos pelo entorno de Morro. A Quarta Praia é a que reúne as piscinas naturais, e por fim, a Quinta Praia, conhecida como Praia do Encanto, com ampla faixa de areia e exuberante paisagem. A Vila, que é o ponto de chegada principal até Morro, reúne bons restaurantes e tem também barraquinhas de artesanatos e lojinhas para levar lembranças físicas da ilha. Para além das praias há ainda opções de passeios históricos em Morro.

Hotel Natureza é uma das opções de Morro Foto: Agência LK

A Fortaleza do Tapirandu, mais conhecida como o Forte de Morro de São Paulo é considerado um dos maiores conjuntos defensivos do Brasil, possui 678 metros de muralha e ruínas, protegidas pelo Patrimônio Histórico Nacional. O Farol do Morro (tem que dar uma andada bem boa até chegar lá), a Fonte da Bica e a Igreja Nossa Senhora da Luz, do século XVII, com imagens sacras e o altar em estilo barroco, são boas opções de visitação.

Quem for curtir as festas da San Island pode ainda tirar um momento para cuidar da beleza e tomar um delicioso banho de argila na Praia da Gamboa, que serve como tratamento rejuvenescedor. Para chegar lá tem quem pegar um barco no atracadouro da Vila. Outras opções são as caminhadas, a prática de yoga em diversos pontos da ilha, massagens relaxantes e picos propícios à meditação.

Para quem faz a linha esportista as águas claras e mornas da baía de Tinharé oferecem algumas opções Quem passa pela ilha não pode deixar de dar uma volta nos catamarãs de praia, ou se aventurar no esqui aquático, windsurf, canoagem. Outra excelente opção são os mergulhos guiados, pelas piscinas naturais.

Os que preferem algo mais radical, podem se aventurar na tirolesa. Com 57 metros de altura e outros 347 de comprimento, a tirolesa de Morro de São Paulo é uma das maiores em queda livre sobre o mar, do Brasil. A descida acaba na 1ª praia e dá para apreciar a vista. Importante: antes de subir até o farol onde acontece a queda de tirolesa é bom preparar as pernas pois tem uma subida grande com vários degraus até o alto.

É bom saber um pouco de história, né!

Foi em Morro de São Paulo, a mais de 400 anos, que a cidade de Cairu nasceu. A pequena Vila que deu origem ao município guarda um patrimônio histórico, com destaque para a fortaleza com 700 metros de muralhas, a Igreja Nossa Senhora da Luz, a Fonte Grande e o Casarão, os últimos registrados no diário de D Pedro II, durante sua visita em 1859.

Gastronomia é um dos fortes em Morro de São Paulo
Foto: Santa Villa Restaurante

Segundo pesquisa do ministério do Turismo, o Morro é um dos destinos com maior índice de aprovação e retorno em todo o Brasil. Além disso, o balneário é o terceiro destino em número de atrações de turistas na Bahia e recebe anualmente cerca de 100 mil visitantes por ano. Morro tem uma infraestrutura hoteleira com quase 300 hotéis e pousadas, mais de 3 mil apartamentos (a maioria se divide em standard e luxo), e cerca de 9 mil leitos. Possui mais de 120 bares e restaurantes e 44 agências de Turismo.

Sobreviva na ilha
Já visitei Morro de São Paulo em cinco ocasiões diferentes e há coisas importantes para quem vai passar alguns dias no local.

1. Internet e celular : não funcionam muito bem – independente do seu plano e o operadora. Nas pousadas e hotéis o wi-fi costuma ser melhor. Os locais mais altos têm mais facilidade para achar sinal. Mas não se estresse muito com isso. Se você vai na vibe de conectar os apps de pegação é bom ter um pouquinho de paciência caso o boy demore a responder. Afinal, ele pode estar num lugar de sinal ruim. Enquanto isso…aproveita o contato visual. Vai ter muita coisa boa para ver!

2. Dinheiro : a grande maioria dos restaurantes e locais turísticos- inclusive empresas que fazem passeios – aceita cartões de débito e crédito para compras. Contudo, há alguns locais só aceita dinheiro vivo. Nesse quesito é bom levar uma quantia de segurança. Em todas as vezes que fui para Morro sempre faltou dinheiro nos caixas eletrônicos para saque. Lá existe uma lotérica da Caixa Econômica Federal (CEF) onde se pode sacar dinheiro tanto da CEF como do Banco do Brasil, um caixa eletrônico do Banco do Brasil e outro do Bradesco. Todos localizados na vila. O valor máximo por dia para saque é R$ 1 mil.

3. Pele – Repelente e protetor solar são fundamentais para sobreviver na ilha. O sol – mesmo quando está fraco – queima bastante. Além disso, como o local tem muita mata. Ou seja, muito mosquito. Um repelente vai bem!

4. Pés: Prepare-se para caminhar! Apesar de ter a opção de alugar motociclos a maioria das atividades na ilha são feitas a pé e no chão de areia. Ou seja, sandálias são a melhor opção. Para quem vai fazer esportes de aventura ou alguma trilha – ou a academia para quem não vai esquecer dois treinos – tem que levar o tênis.

5. Bagagem: Se você vai levar muita coisa além do que uma mochila e não está com o condicionamento físico em dias pode usar de carrinhos de mão com guias que levam (em preço a combinar) as malas até o hotel.

6. Energia : A energia em Morro de São Paulo são 220 V, portanto informe-se qual a voltagem de seus aparelhos ou se os mesmos são bi voltes.

7. Comércio : De forma geral, o comercio de Morro de São Paulo fica aberto todos os dias da semana, incluindo sábado e domingo, durante todo o ano. O horário de funcionamento desses estabelecimentos é de acordo com o movimento e assim conforme a época do ano fica aberto mais tempo ou não. Durante a baixa temporada os supermercados costumam abrir às 7 horas da manhã e fechar às 21 horas; as farmácias abrem às 08h30min e fecham às 22 horas; já as lojas podem variar bastante, normalmente abrem às 10 horas e fecham às 22 horas. Durante a alta temporada esses horários podem se estender fechando quase todo o comercio meia noite. Por conta a San Island Weekend certamente os horários serão estendidos.

8. Remédios e preservativos : Hipocondríaco que sou ando sempre com minha farmácia de sobrevivência. Lá tem farmácia, mas faltam alguns remédios básicos e se você faz uso de algum mais complexo é bom não arriscar. Ah, leve seu estoque de preservativos e lubrificantes íntimos. Nem sempre você encontra sua marca preferida.

Como chegar lá ?
Se você já garantiu seu passaporte para a San Island Weekend e ainda não pensou em como chegar lá vamos às dicas. No site do evento é possível comprar o translado on line através das empresas Events e Bahia Terra para todas as opções de deslocamento.

Partindo de Salvador existem várias opções de chegar a Morro de São Paulo. Se for de carro, a melhor forma é utilizar o sistema ferry-boat. Na Ilha de Itaparica o motorista deve seguir pela rodovia BA-001, passando por Nazaré das Farinhas, por 105 km até o entrocamento do Bom Jardim, antes de chegar à cidade de Valença. Chegando lá existem estacionamentos privados para deixar o carro com segurança e seguir de barcos ou lanchas rápidas que saem a cada uma hora. O trajeto marítimo pode durar de 30min a 1h30 mim.

Outra opção é seguir de Salvador direto para Morro, por via marítima. Em frente ao Mercado Modelo, em Salvador, saem vários catamarãs. A viagem é feita pela empresa Biotur. Os barcos seguem beirando a costa e dura em média 2h30. Esta viagem não é indicada para quem tem sensibilidade em relação ao balanço do mar, principalmente na volta. Na primeira vez que voltei de catamarã eu ( e mais um monte de gente) vomitei até a alma. E olhe que meu estômago é forte. Preço: varia entre R$ 96,50 e R$ 107,00 por pessoa e por trecho (ida e volta).

Saiba mais notícias sobre o universo LGBT no Me Salte

Existe ainda a possibilidade de fazer o trajeto semi-terrestre, ou seja, metade por mar, metade por terra. A principal operadora é a Cassi Turismo. A viagem dura 3h30, com três baldeações, a primeira etapa é de barco convencional saindo de Salvador para Mar Grande. A partir daí segue de ônibus ou vans até o terminal do Bom Jardim, e em seguida de lancha rápida até Morro de São Paulo. Uma importante dica é que tanto a Biotur, quanto a Cassi Turismo fazem transfer do aeroporto de Salvador para o terminal marítimo. Preço médio: R$ 97.

Os que preferem uma viagem aérea panorâmica, a indicação é chegar no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães e utilizar umas das empresas que operam táxi aéreo para Morro de São Paulo. A duração da viagem é de aproximadamente 30min. Apenas a Addey Linhas Aéreas opera no trajeto, por isso vale à pena fazer a reserva antecipada. Por fim, para quem preferir algo ainda mais exclusivo, existem as opções de contratação de helicóptero. A duração de todos os trajetos podem sofrer variações, de acordo com fatores climáticos. É aconselhável calcular a duração com uma folga de pelo menos 30min . Preço médio: R$ 400 por pessoa.

Evants e Bahia Terra

SERVIÇO
O que: San Island Weekend
Quando: de 2 a 4 de junho
Onde: Fazenda Caeira – Terceira Praia do Morro de São Paulo
PROGRAMAÇÃO OFICIAL
02.06 (sexta-feira):
15h – White Poll Party – Morais (SP) – Dani Toro (Espanha) – Arthuro Cavalli (brasileiro radicado na Irlanda) – Arthur Valleti (Salvador)
23h – Blessed On Beatch by Rumours – Jerac (Colômbia) – Ana Paula (Dj Mundial pelo Brasil) – Aron (Israel) – Grá Ferreira (São Paulo) – Las Bibas From Vizcaya (Pernambuco) – Rob Phillips (Salvador)
03.06 (sábado):
14h – San Island – Miss Cady (Salvador) – Dri Toscano (Rio de Janeiro) – IVETE SANGALO – Diego Baez (Ceará)
22h – XLSIOR Mykonos – Felipe Carvalho (Salvador) – Paulo Pacheco (São Paulo) – Phill Romano (Itália) – Tommy Love (São Paulo) – Anne Louise (Salvador)

Fonte: blogs.correio24horas

 

Comentários
Loading...