Lula A� atacado com pedras e ovos na Caravana em Santa Catarina; ASSISTA

As pedradas chegaram a trincar os vidros de dois dos trA?s A?nibus que integram a caravana

0 113

A caravana do ex-presidente Luiz InA?cio Lula da Silva foi atacada com pedras e ovos por manifestantes contrA?rios ao petista durante a passagem por SA?o Miguel do Oeste (SC), na tarde deste domingo, 25. Lula participou de manhA? de um ato com agricultores familiares em Nova Erechim (SC). Durante o evento, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, alertou para a presenA�a de manifestantes contrA?rios ao ex-presidente em SA?o Miguel do Oeste.

As pedradas chegaram a trincar os vidros de dois dos trA?s A?nibus que integram a caravana, entre eles o veA�culo em que Lula viajava. Cerca de trinta manifestantes fecharam o trevo de acesso A� cidade. Quando a caravana parou, os limpadores de para-brisas dos A?nibus foram arrancados, diversos ovos atirados contra os vidros dos veA�culos e, depois, as pedras. Um dos ovos atingiu o carro da reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

a�?O que aconteceu foi um atentado criminoso. Poderia ter acontecido uma tragA�dia. O motorista ficou sem visibilidadea�?, disse o deputado Paulo Pimenta (PT-RS), lA�der do PT na CA?mara. Alguns metros adiante, policiais militares acompanharam mas nA?o interferiram na manifestaA�A?o.

Os protestos violentos e tentativas de bloquear a passagem da comitiva do petista tem marcado a caravana de Lula pena regiA?o Sul, iniciada segunda-feira, em Santana do Livramento (RS). O ex-presidente foi obrigado a alterar o itinerA?rio da viagem, fazer viagens de aviA?o (a previsA?o inicial era de usar apenas A?nibus) e impedido de entrar em Passo Fundo (RS).

No sA?bado A� noite, em ChapecA? (SC), houve confronto entre manifestantes anti-Lula e militantes petistas que participavam de um ato na praA�a central da cidade. Integrantes da caravana acusam a participaA�A?o de grupos de extrema-direita apoiadores do deputado Jair Bolsonaro.

Em FlorianA?polis, Lula ressaltou que os participantes das atividades da caravana sA?o a�?gente da paza�? mas disse que eles devem a�?retribuira�? as agressA�es sofridas. Em ChapecA?, Lula falou em a�?dar porradaa�?.

a�?NA?s nA?o podemos permitir que pessoas sejam espancadas enquanto esperamos que a polA�cia cumpra seu papel. Se a polA�cia nA?o pode garantir a seguranA�a da caravana, que nos digaa�?, afirmou Pimenta. Segundo ele, uma ideia A� agregar outros dois A?nibus com militantes A� caravana para contrapor A�s manifestaA�A�es contrA?rias.

https://youtu.be/NADXy9GRFwc

Comentários
Loading...