Larissa cumpre promessa e é eleita Deusa do Ébano 2016

0 19
Foto: Edilson Lima | Ag. A TARDE
Foto: Edilson Lima | Ag. A TARDE

Ao concorrer ao título de Deusa do Ébano do bloco afro Ilê Aiyê, Larissa Oliveira dos Santos, 22 anos, buscava cumprir uma promessa que fez à avó, já falecida. Na madrugada deste domingo, 17, ela conseguiu finalmente honrar a palavra ao ser eleita a Rainha dos Mais Belos dos Belos, na final da 37ª Noite da Beleza Negra, que aconteceu na Senzala do Barro Preto, no Curuzu.

“Minha tia sempre quis ser a Rainha do Ilê, mas minha avó não tinha condições de produzi-la. Por isso, aos 14 anos, quando fui ver a Deusa do Ébano pela primeira vez, prometi que seria a Deusa”, afirma Larissa, que agradece a energia da avó Augusta Pereira dos Santos, que foi mãe de santo do Manzu Dandalunda Oyá Kensyby Unzinbi, em Areia Branca, em Lauro de Freitas.  Ela morreu em 2008, mas, segundo Larissa, estava ao seu lado nesta vitória.

Oxumaré

Moradora de Cajazeiras, a Deusa do Ébano 2016 agradeceu também ao seu orixá. Filha de Oxumaré, que rege os movimentos, Larissa afirmou que, no final do número de dança, fez questão de fazer uma referência ao dono de sua cabeça. “Quis agradecer pela força”, disse ela, que também reverenciou os pais Jessonira e Robenval.

Larissa, que é esteticista afro e já foi Muzembela 2014, teve que se esmerar, uma vez que disputou o título com mais 14 candidatas, mas levou a honraria para casa depois de três anos tentando conquistar a coroa.

Para isso, investiu cerca de R$ 2 mil no vestuário e na maquiagem. E ainda teve a ajuda da mãe, trançadeira conhecida como mãos de anjo, para cuidar dos cabelos. Abençoada ajuda!

Princesas do Ilê

O título de princesa foi dividido por duas candidatas: a secretária executiva Daniele Nobre, que ficou em segundo lugar, e a estudante Cecília Santos, terceira colocada no concurso. Elas não esconderam a emoção.

Recôncavo Baiano

Durante o evento, o cantor Roberto Mendes e a apresentadora Regina Casé fizeram uma homenagem aos 100 anos do samba.

Neste ano, o Ilê  traz como tema “O Recôncavo é Afrodescendente”. E, dentro das tradições da região, está o samba, reverenciado na Noite da Beleza Negra.

Fonte: A Tarde

Comentários
Loading...