Gustavo Ferraz sonha ser prefeito de Lauro e critica Moema: ‘Um desastre’

Em conversa com o bahia.ba, o ex-chefe da Codesal, que não está filiado a nenhum partido, disse que está conversando com lideranças

0 245

Depois de ter a acusação por lavagem de dinheiro no caso do ‘bunker’ de R$ 51 milhões rejeitada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-superintendente da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Ferraz, projeta novos desafios na vida política. Em conversa, Ferraz, que não está filiado a nenhum partido, disse que sonha em ser prefeito de Lauro de Freitas

“Sempre tive uma relação muito forte com a política. Existem políticos e políticos. Tenho esse sonho sim, sonho em ser prefeito de Lauro de Freitas. Estou conversando com alguns partidos, com algumas pessoas, mas com calma. A eleição é só em 2020 e temos tempo, muito tempo”, ponderou.

O ex-emedebista também não poupou críticas à gestão da petista Moema Gramacho, atual prefeita de Lauro de Freitas. “A administração é um desastre, a merenda escolar é muito ruim, se serve leite com água para as crianças. Do ponto de vista estrutural, nada aconteceu, não se tem uma obra impactante na cidade. Moema não inaugurou uma creche. A cidade pouco evoluiu”, completou.

Bahia.ba

Comentários
Loading...