Portal de Notícias de Lauro de Freitas e Região Metropolitana de Salvador Burburinho News

Reveillon Virada

Em depoimento, Kátia Vargas diz que acelerou para ultrapassar a moto e nega batida

Médica é acusada de ter provocado acidente de trânsito que matou irmãos em 2013

0 52

Secretaria Municipal de Comunicação

Nesta quarta-feira (6), no segundo dia do júri popular da médica Kátia Vargas, suspeita de provocar o acidente de trânsito que matou os irmãos Emanuelle Gomes Dias e Emanuel Gomes Dias em outubro de 2013, após uma suposta discussão de trânsito. Ela declarou que não teve intenção de jogar o seu carro na direção da moto onde as vítimas estavam.

De acordo com a ré, ela acelerou o carro para ultrapassar a moto em que os irmãos estavam e negou que uma batida tenha acontecido. A defesa da família das vítimas contesta a versão de Kátia Vargas e afirma que ela provocou o acidente.

A juíza Gelzi Maria Almeida Souza perguntou à ré:

Em algum momento a senhora acelerou o carro para alcançar a moto?

Kátia Vargas respondeu:

Não. Eu acelerei para ultrapassar a moto.

Depois, a juíza perguntou se a médica tinha algo para declarar em sua defesa, e Kátia Vargas respondeu:

Eu quero dizer que em momento algum eu tive intenção de causar qualquer acidente. Eu nunca bati naquela moto

A médica se negou a responder as perguntar dos promotores do MP-BA, porque, segundo a defesa dela, o MP-BA tem uma postura “agressiva e desrespeitosa” e, por isso, ela só responderia perguntas feitas pelos jurados e pela juíza Gelzi Maria Almeida Souza.

Reveillon Virada

Comentários
Loading...