Caseiro de Atibaia mandava e-mails sobre sítio para Instituto Lula

0 62

Elcio Pereira Vieira, conhecido como Maradona, enviava informações sobre o dia-a-dia da propriedade para uma conta da instituição

Documentos anexos à denúncia apresentada pela força-tarefa da Operação Lava Jato que envolve um sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, atribuído pelos investigadores ao ex-presidente Lula (PT), mostram que o caseiro Elcio Pereira Vieira, conhecido como Maradona, enviava e-mails para uma conta do Instituto Lula sobre o dia-a-dia da propriedade.

De acordo com o portal G1, em 21 de abril de 2015, Elcio enviou a mensagem: “Avião aki na chacara hoje pela manhã”. No dia 31 de julho do mesmo ano, o caseiro enviou a mensagem “obras no sítio” com uma lista de materiais e uma observação: “Como combinado com Dona Marisa a ver depois os materiais pra fazer acabamento”. A mulher de Lula, Marisa Letícia, morreu em 3 de fevereiro deste ano em decorrência de um AVC.

Em outubro de 2014, Elcio disse: “Boa tarde morreu mais um pintinho essa noite e caiu dois gambá nas armadilhas essa noite” com o e-mail intitulado “armadilha”.

Agora, caberá ao juiz Sérgio Moro, responsável pelas ações penais da Lava Jato, definir se recebe ou não a denúncia do MPF. Se ele aceitar, o ex-presidente passará a ser réu também neste novo processo.

Fonte: Bahia.ba

Comentários
Loading...