Campanha de papel higiênico preto causa polêmica por causa de slogan

Campanha foi considerada racista por usar lema do movimento negro

0 147

Na campanha de lançamento de um papel higiênico preto, a marca Personal, da Fábrica de Papel Santa Therezinha S/A (Santher), causou polêmica por usar um slogan que foi considerado racista. A empresa usou a hashtag #BlackIsBeautiful (preto/negro é bonito), frase utilizada desde a década de 1960 por movimentos negros, principalmente na luta contra o racismo.

A campanha causou bastante polêmica na internet. Nesta terça-feira (24), choveram críticas à empresa nas redes sociais. Usuários do Twitter deram declarações como: “Cagada atrás de cagada nessa campanha do papel higiênico preto Personal” e “Parando de comprar Personal sim. Campanha racista, e sim teve pesquisa antes de lançar e aposto que gostaram de já ter um volume na hashtag”.

A agência Neogama foi a criadora da campanha, estrelada pela atriz Marina Ruy Barbosa. A atriz não chegou a usar o slogan polêmico, mas mesmo assim, bloqueou os comentários no post feito no Instagram para divulgar o trabalho.

Após tantas reclamações, a Personal acabou mudando o título do vídeo da propaganda no YouTube, removendo o slogan.

 

Comentários
Loading...