Baianos votaram por manter Delcídio preso; Petistas foram maioria para relaxamento

0 19
Foto: Bahia Notícias
Foto: Bahia Notícias

Os três senadores baianos votaram para que Delcídio Amaral (PT-MS) fosse mantido sob prisão cautelar, como determinou a Segunda Câmara do Supremo Tribunal Federal (STF). Lídice da Mata (PSB), Otto Alencar (PSD) e Walter Pinheiro (PT) acompanharam a maioria dos senadores e decidiram manter a prisão do companheiro de Senado.

Entre os 13 senadores que defenderem o relaxamento da prisão de Delcídio, nove são filiados ao Partido dos Trabalhadores: Jorge Viana (AC), Ângela Portela (RR), Donizete Nogueira (TO), Gleisi Hoffman (PR), Humberto Costa (PE), Paulo Rocha (PA), José Pimentel (CE), Lindbergh Farias (RJ) e Regina Sousa (PI). Apenas o Maranhão teve os três votos favoráveis ao senador: Roberto Rocha (PSB), João Alberto Souza (PMDB) e Edison Lobão (PMDB) – o ex-ministro se absteve de votar.

Completam a lista de favoráveis à Delcídio os senadores Telmário Mota (PDT-RR) e Fernando Collor (PTB-AL), este último também investigado pela Operação Lava Jato, que resultou na prisão do petista sul-mato-grossense. Dois petistas votaram pela manutenção da prisão de Delcídio: o baiano Walter Pinheiro e o gaúcho Paulo Paim.

Fonte: Bahia Notícias

Comentários
Loading...