Portal de Notícias de Lauro de Freitas e Região Metropolitana de Salvador Burburinho News

Bahia registra dez casos do vírus H1N1 em três meses

0 7
Governo do Estado

Bahi-vacina-h1n1A Bahia já registrou dez casos de contaminação pelo vírus influenza H1N1, conhecido popularmente como gripe suína, nos primeiros três meses deste ano. Dois dos infectados morreram, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab).

O número de registros no estado, no mesmo padrão de alta dos dados nacionais, preocupa autoridades. Isso porque durante todo o ano de 2015 apenas um caso de contaminação pela doença foi registrado na Bahia, envolvendo um paciente vindo de São Paulo.

Este ano, até agora, Salvador concentra todas as ocorrências da H1N1 no estado. Em todo o país, 305 casos de infecção pelo vírus foram registrados até o dia 19 de março e 46 pessoas morreram, enquanto durante 2015 inteiro foram contabilizados 141 ocorrências e 36 óbitos.

Por causa da elevação das estatísticas, a Sesab emitiu um sinal de alerta sobre a doença. O coordenador do Programa Estadual de Imunização, Ramon Saavedra, pondera, no entanto, que a Bahia não enfrenta um surto do vírus.

“Estamos investigando caso a caso, para saber a história dessas transmissões e poder ter certeza sobre os motivos dessa antecipação da chegada do vírus ao país”, afirma ele, explicando que, geralmente, as infecções intensificam-se em meados do mês de maio.

Motivos

O infectologista Claudison Bastos, responsável técnico pelo Laboratório Sabin, afirma que a principal explicação para a escalada da doença é o fluxo de pessoas em viagens internacionais por países que podem transmitir o vírus.

Ele ensina que os momentos de crescimento da transmissão desse tipo de influenza são imprevisíveis. No entanto, existem formas de evitar a contaminação. “Isso tem muito a ver com a educação, com o aumento do descuido com a higiene e a prevenção”, afirma.

“Entre as atitudes que ajudam está a lavagem constante das mãos. As pessoas devem evitar grandes aglomerações e não podem amparar os espirros com a mão e sim com o braço”, orienta Claudison Bastos.

Ele frisa, porém, que a principal forma de evitar a doença é a imunização oficial, que começa no próximo dia 30, nos postos de saúde municipais de Salvador e em todo o país.

A campanha nacional vai até 20 de maio e é coordenada pelo Ministério da Saúde. Na Bahia, a Sesab é responsável por distribuir as doses para os 417 municípios, que, por sua vez, fazem a vacinação. O Nordeste será beneficiado com 6.028.965 doses, enquanto o Sudeste terá 9.987.620.

Fonte: A Tarde

Comentários
Loading...