Após manifestações populares contra BRT, prefeitura diz: ‘Terá mais árvores do que hoje’

Grupo de pessoas realizou manifestação na manhã deste domingo (22) contra derrubada de árvores

0 179

Desde o início de abril, as obras de construção do BRT têm mobilizado grupos e entidades ambientais, com argumentos que envolvem custos para realização da obra e impactos ao meio ambiente. Em resposta às manifestações e articulações dos grupos, a Prefeitura de Salvador divulgou uma nota neste domingo (22), informando que assegura a compensação das árvores suprimidas e transplantio de vegetais, paisagismo, ciclovia e construção de áreas de convivência para a população.

De acordo com nota, ao todo serão 154 árvores suprimidas, mas 169 transplantadas no entorno dos corredores e Parque da Cidade. Plantio prevê duas mil novas espécies da Mata Atlântica. Na última semana forma plantadas 300 novas árvores na Via Expressa. Outras árvores serão plantadas no entorno do BRT, que vai ligar a Estação da Lapa à região da rodoviária.

Na primeira etapa das obras, os corredores irão ligar o Parque da Cidade à região da rodoviária. O investimento será de R$212,7 milhões. Cada veículo terá velocidade máxima de 40km/h, com capacidade para até 170 passageiros por viagem e 23 metros de comprimento.

Apesar da resposta da prefeitura, na manhã deste domingo (22), um grupo de pessoas se encontraram para manifestar insatisfação com a obra e a derrubada de árvores na Avenida Juracy Magalhães Júnior. Os manifestantes fizeram uma grande roda e deram as mãos, depois seguiram em caminhada com cartazes e palavras de ordem.

Comentários
Loading...